• AD
    AD
    AD
    AD
    AD
  • Maduro acusa EUA de pressionar Brasil para conflito armado contra Venezuela

    Publicado em 8.03.2020 às 19:16

    O presidente venezuelano Nicolas Maduro acusou o governo dos EUA de “empurrar o Brasil para um conflito armado com a Venezuela”, nesta sexta-feira (6), durante um evento com prefeitos e governadores desse país.

    “Pedimos aos setores democráticos e humanistas, ao povo do Brasil e às forças militares para deterem qualquer aventura de Jair Bolsonaro, em coordenação com Donald Trump, contra a Venezuela”, afirmou Maduro.

    O mandatário venezuelano considera que Bolsonaro, “foi convocado à mansão de Donald Trump em Miami” para debater sobre a Venezuela “como o único assunto” na agenda.

    “A Casa Branca traçou um plano para trazer guerra, terrorismo, para desestabilizar e encher a Venezuela de violência, para instalar um conflito armado e justificar uma intervenção militar em nosso país”, disse o presidente venezuelano.

    Nesse sentido, Maduro também pediu “divulgação máxima” da campanha “Sanções são Crime”, que visa expor os danos causados pelas ações do governo dos Estados Unidos contra o povo venezuelano. 

    Segundo cálculos do governo venezuelano, as sanções estadunidenses já causaram prejuízos em torno de USD 40 bilhões. (BrasildeFato)