• Covid-19: Brasil tem mais de 19 milhões de casos acumulados

    Publicado em 9.07.2021 às 20:24

    O Brasil passou de 19 milhões de casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 57.737 novos diagnósticos da da doença e, com isso, o total de pessoas infectadas desde fevereiro do ano passado chegou a 19.020.499. Ontem (8), o número estava em 18.962.762.

    Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (09/07/2021).

    Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (09/07/2021). – Divulgação/Ministério da Saúde

    Ainda há 1.009.534 casos em acompanhamento, situação das pessoas cuja condição de saúde é observada por equipes de saúde e que ainda podem evoluir para diferentes quadros, inclusive graves.

    Já o número de vidas perdidas para a pandemia alcançou 531.688. Entre ontem e hoje, as autoridades de saúde confirmaram 1.509 novas mortes por covid-19. Ontem, o painel de informações da pandemia estava em 530.179.

    Ainda estão em investigação  3.515 falecimentos . O termo designa mortes com suspeitas de que podem ter sido causadas por covid-19, mas com origem ainda sendo analisada por equipes de saúde.

    O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 somou 17.479.277.

    Os novos dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde divulgada nesta sexta-feira (9), que consolida informações levantadas pelas secretarias estaduais de Saúde.

    Estados

    O balanço diário do Ministério da Saúde também traz os dados por estado. São Paulo é o que registra mais mortes por covid-19 (131.960), seguido pelo Rio de Janeiro (56.559), por Minas Gerais (47.756), pelo Rio Grande do Sul (32.142) e pelo Paraná (32.211).

    Os estados com menor número de mortes pela doença são o Acre, com 1.764; Roraima, com 1.778; Amapá, com 1.865; Tocantins, com 3.301; e Alagoas, com 5.483. 

    Vacinação

    Conforme o painel do Ministério da Saúde sobre a operacionalização da campanha de imunização contra a covid-19, até o momento foram distribuídas 147,3 milhões de doses às unidades da federação.

    No total, foram feitas 112,774 milhões de aplicações de vacinas, sendo 82,8 milhões da primeira dose e 29,9 milhões da segunda e da dose única.(Agência Brasil)