• Pandemia faz com que a presença de público seja proibida ou restrita na Olimpíada de Tóquio

    Publicado em 10.07.2021 às 07:24

    A cerimônia de abertura da Olimpíada de Tóquio será realizada dentro de duas semanas para dar início ao maior evento esportivo do mundo, em meio à pandemia de coronavírus.

    A contagem regressiva para os Jogos de Tóquio ocorre com algumas grandes mudanças. O anúncio de quinta-feira de que não será permitida a entrada de público nos locais de competição na área de Tóquio foi outro revés para torcedores e atletas.

    A presença de espectadores está proibida em Tóquio e nas províncias vizinhas de Chiba, Saitama e Kanagawa. Contudo, um número limitado de torcedores será permitido em eventos nas províncias de Miyagi, Fukushima, Shizuoka e Ibaraki.

    Em relação à província de Hokkaido, no norte do país, o comitê organizador tinha anunciado anteriormente que um número restrito de espectadores poderia assistir às partidas de futebol no estádio Sapporo Dome. Entretanto, o comitê decidiu, posteriormente, proibir a entrada de público no local.

    A NHK obteve informações de que um membro da delegação de Israel testou positivo para o coronavírus no aeroporto na sexta-feira. Com isso, chega a quatro o número de casos registrados entre equipes estrangeiras. Nas últimas semanas, foi confirmado o contágio de dois membros da delegação de Uganda e de um atleta da Sérvia.

    Um funcionário relacionado aos Jogos testou positivo para o vírus na chegada ao Japão na quinta-feira. Cerca de 11 mil atletas vão competir a Olimpíada, e outras 41 mil pessoas devem chegar para os Jogos.(NHK, emissora pública do Japão)