• Com poucas doses recebidas, Goiânia mantém vacinação em 39 anos

    Publicado em 16.07.2021 às 18:38

    Com a chegada de mais 17,4 mil doses do imunizante contra a Covid-19, a Prefeitura de Goiânia retoma a aplicação de primeira dose neste sábado (17/7) em pessoas com idade acima de 39 anos, sem comorbidades, e em grupos prioritários. Com a quantidade recebida, não haverá possibilidade de reduzir a faixa etária e o atendimento será em oito unidades de saúde, além do drive-thru, localizado no shopping Passeio das Águas.

    Nos oito postos disponíveis, o horário de funcionamento será das 8h às 17h para os moradores da capital goiana que agendaram pelo aplicativo Prefeitura24Horas ou pelo link ‘Agendamento Vacinação Covid-19’, disponível no site da Prefeitura de Goiânia (www.goiania.go.br). Já no drive-thru do Passeio das Águas, a SMS disponibilizará 2 mil senhas para o atendimento a partir das 8h.

    *Confira os locais*

    Primeira dose: atendimento na modalidade pedestre, das 8h às 17h, por agendamento:

    Ciams Urias Magalhães

    CSF São Francisco

    CSF Parque Industrial João Braz

    CSF Vera Cruz II

    CSF Jardim Cerrado IV

    UPA Dr. Paulo Garcia (UPA Chácara do Governador)

    UPA Jardim Novo Mundo

    CSF Recanto das Minas Gerais  

    Segunda dose (AstraZeneca)

    Goiânia segue aplicando a segunda dose para pessoas com aprazamento para o mês de julho. Neste sábado (17/7), poderão receber o imunizante aqueles que estão previstos para o dia 22/7 da vacina AstraZeneca. São disponibilizados três locais: a Escola Municipal Lions Clube Bandeirantes, na Praça da Bandeira, Bairro Goiá; na Escola Municipal Bárbara de Sousa Morais, na Avenida Uruguaiana, Jardim Novo Mundo; e Salão Comunitário Jesus Bom Pastor (ao lado do CSF Guanabara I), sem a necessidade de agendamento, das 8h às 16h.

    *Balanço da vacinação*

    Até o momento, a Prefeitura de Goiânia já aplicou 864.058 doses de imunizantes contra a Covid-19, sendo que 51,75% da população vacinável, com idade maior de 18 anos já receberam a primeira e 22,15% da população vacinável, com maior de 18 anos, receberam a segunda ou dose única.  

    Mauro Júnio, da editoria de Saúde