• Prefeitura de Trindade impulsiona parcerias para qualificação profissional e inserção de jovens no mercado de trabalho

    Publicado em 22.07.2021 às 21:25

    A Prefeitura de Trindade, por meio da Agência Municipal de Trabalho e Geração de Emprego (AMTG), impulsiona parcerias voltadas para qualificação profissional e inserção de jovens no mercado de trabalho. 

    Existem 500 moradores de 16 a 24 anos cadastrados na agência à espera do sonhado primeiro emprego. São cinco as organizações que têm parceria com a AMTG para o Programa Jovem Aprendiz.

    O programa beneficia jovem selecionado com carteira de trabalho assinada por dois anos, direitos trabalhistas e previdenciários específicos, meio salário mínimo mensal, jornada semanal de 30 horas, e experiência profissional. 

    “É um programa que também faz bem às empresas, porque elas têm obrigações legais de uma cota social, mas ganham benefícios fiscais em contrapartida”, explica a titular da agência, Gerúsia de Paiva. 

    O jovem aprendiz Gustavo Amaral, 18 anos, estudante do ensino médio, filho de uma diarista e um trabalhador rural, é um dos beneficiados no programa. Ele conta que passou por pré-capacitação, aprendeu muito e fez vários cursos depois que entrou no programa.  “É uma grande oportunidade de ter experiência, desenvolver habilidades e ainda conquistar uma renda”, justificou.

    Também o adolescente Diogo Cândido, 16 anos, que mora com a mãe, que é costureira, vive a primeira experiência profissional graças ao Programa Jovem Aprendiz. 

    Após cursos de informática, inglês, gestão empresarial, empreendedorismo e técnico de vendas, hoje dá aula de informática para dez alunos na própria AMTG, contratado como Jovem Aprendiz por uma empresa. “O ambiente do trabalho está me ajudando a socializar, a perder a timidez e a ter a minha primeira profissão”, cita.

    Um dos alunos é o radialista Marcos Meneghel. Com idade para ser avô de Diogo, ele faz aulas de informática básica e aprende digitação com o professor. “Fiquei eufórico de ter um jovem transmitindo conhecimento para a terceira idade”, celebra.

    Uma das organizações parceiras da AMTG na mediação com as empresas para o Programa Jovem Aprendiz é o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Essas parcerias, inclusive, beneficiam infratores que cumprem medidas socioeducativas. 

    “Muitas vezes a oportunidade de trabalho é em Goiânia, em empresas que arcam também com o transporte, mas o ideal é que sejam localizadas em Trindade”, reforça Gerúsia, para quem o mercado local precisa ser mais sensível à questão social implícita nessa oportunidade, além do aspecto legal.

    A legislação federal (Lei da Aprendizagem nº 10.097/2000 e decreto 5.598/2005) determina que empresas de médio e de grande portes contratem um número de aprendizes de no mínimo 5% e no máximo 15% do quadro de funcionários cujas funções demandem formação profissional.

    Em Trindade, apenas uma grande indústria de bebidas instalada no município há vários anos contrata anualmente ao menos 36 jovens aprendizes cadastrados na AMTG, numa média de três ou mais por mês. 

    Como é uma indústria que possui área de risco, sendo impedida a presença de menores de 18 anos, os contratados por ela são designados para trabalhar em outras empresas ou órgãos públicos de todas as instâncias. 

    Com isso, a indústria se beneficia com incentivos da Lei de Aprendizagem e faz uma contribuição à comunidade que lhe confere status de compromisso social. 

    Também são parceiras da AMTG no Programa Jovem Aprendiz: Obras Sociais do Centro Espírita Irmão Áureo (Osceia); Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi); Centro Salesiano do Menor Aprendiz (Cesam); e a Edujob. 

    Já com a Fundação Bradesco, a parceria da AMTG serve para auxiliar jovens com dificuldade para fazer a inscrição ou apresentar currículos e outros documentos para os mais de 150 cursos oferecidos pela instituição. Os cursos são na modalidade on-line e emitem certificados. 

    Entre outros, são oferecidos 18 cursos de Desenvolvimento Pessoal e Profissional; 60 de Tecnologias; quatro de Administração; três de Contabilidade e Finanças e 32 de Educação. 

    Os cursos são divididos em iniciantes, intermediários e avançados, para adolescentes a partir de 16 anos. O interessado pode ter informações no telefone 3505-4639 (também WhatsApp) sobre o cadastro no Jovem Aprendiz.  

    Para comparecer pessoalmente na Agência Municipal do Trabalho e Geração de Emprego é preciso levar RG, CPF, CTPS, celular em mãos e um e-mail ativo. A agência está localizada na Rua 22, esquina com 19, quadra 03, lote 06, Vila Pai Eterno. 

    Quando a pessoa necessita de ajuda para fazer a inscrição nos cursos da Fundação Bradesco deve procurar o mesmo endereço e telefone para informações.

    Na AMTG o foco é o jovem da sociedade local, especialmente de famílias em vulnerabilidade social, jovens no primeiro emprego, pessoas que necessitam de qualificação profissional, empreendedores e empresários trindadenses.