• Governo de Goiás realiza sorteio dos primeiros beneficiários do Aluguel Social em Aparecida de Goiânia, nesta sexta-feira (03/12)

    Publicado em 2.12.2021 às 19:51

    O governo de Goiás realiza, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), o sorteio dos primeiros 500 beneficiários do programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social, nesta sexta-feira (03/12), às 17h, na sede da Agehab, na rua 18-A, nº 541, Setor Aeroporto, em Goiânia. O sorteio será transmitido ao vivo pelo perfil da agência nas redes sociais YouTube, Instagram e Facebook. Participarão as pessoas que se inscreveram no site da Agehab ou presencialmente e que preencham os requisitos sociais, como, por exemplo, estar na base do CadÚnico no município de Aparecida de Goiânia, ser maior de 18 anos ou emancipado, e residir em Aparecida por, no mínimo, três anos.

    A lei n° 21.186, que criou o programa Pra Ter Onde Morar, foi sancionada nesta semana pelo governador Ronaldo Caiado. “Temos que proteger as famílias, dar condição de as pessoas morarem dignamente, viverem tranquilas e em paz”, afirma Caiado.  A iniciativa concede um valor mensal de R$ 350 para assegurar direito à moradia a famílias em vulnerabilidade social e estudantes, e tem duração de 18 meses, período que pode ser prorrogado, para custear locação de imóveis ou pagamento da casa própria. 

    Aparecida de Goiânia foi escolhida como projeto-piloto, e os primeiros cartões já serão entregues no próximo Mutirão Iris Rezende Governo de Goiás, que será realizado nos dias 11 e 12 de dezembro, na Avenida Benedito Silvestre de Toledo, no Bairro Independência. Os selecionados receberão o benefício mensal por 18 meses, prorrogáveis por mais 18 meses caso haja avaliação social por parte da equipe técnica da Agehab de necessidade de estender o prazo.

    O presidente da Agehab, Pedro Sales, destaca que a relevância do programa exigiu dedicação das equipes da agência e agilidade dos deputados na aprovação da iniciativa. “Todos entenderam o alcance e a relevância do aluguel social. O momento exige o apoio do Governo de Goiás aos mais vulneráveis e é isso que estamos fazendo. Muitas pessoas estão na iminência de ir para a rua ou de morar em condições precárias. Já entregaremos os cartões na próxima semana e, depois, vamos expandir o Aluguel Social para mais famílias”, afirma Pedro.